Qual é a audiência de um webinar?

Ao criar um webinar, especialmente nos primeiros, normalmente nos questionamos sobre qual será o número aproximado de pessoas que irão assisti-lo e quem serão elas. Apesar desta informação variar muito, decidimos pesquisar e coletar informações estatísticas para desmistificar esta dúvida tão comum. Assim, preparamos este post especialmente para você.

A Eventials surgiu em 2009 e desde então foram realizadas mais de 5.000 transmissões dentro da plataforma, destas existem diversos tipos de transmissão diferentes, como eventos, cursos, aulas, treinamentos e palestras. Filtramos especificamente os webinars, eventos públicos transmitidos diretamente pelo site da Eventials. Com este filtro definido extraímos o número de pessoas que assistiram as transmissões, que chegou a uma média de 133 pessoas por webinar realizado. Ou seja, webinars com características medianas atraem 133 pessoa, captando os nomes e e-mails de todos estes possíveis interessados, que podem ser aproveitados para futuras ações de marketing, como de lead nurturing e marketing de incentivo.

Mas nós não paramos por aí! Buscamos também o exato momento em que a audiência assiste o conteúdo, respondendo a seguinte pergunta: a audiência se concentra na transmissão ao vivo ou gravada? A Eventials trabalha com servidores diferentes para as transmissões ao vivo e gravadas, desta forma balanceando e garantindo a estabilidade da plataforma. Com isto foi possível extrair dados fiéis do consumo em ambas as frentes, que revelaram que 48% da audiência assiste transmissões ao vivo, enquanto 52% assistem o conteúdo gravado. Vale lembrar que os conteúdos gravados na Eventials ficam disponíveis on demand, podendo ser consumido quando as pessoas desejarem, assim esta informação nos revela a grande importância e atratividade das transmissões realizadas ao vivo.

E quem são estas pessoas? Além das informações estatísticas buscamos desmistificar o perfil destas pessoas. De acordo com dados de perfil do Google, de todos os acessos a Eventials 60% são homens e 40% mulheres, em sua maioria, 52% das pessoas estão na faixa etária entre os 25 e 34 anos, seguida por 17% das pessoas dos 18 aos 24 anos e 14% dos 35 aos 44 anos.

 Agora que você já conhece um pouco aonde está “pisando” não deixe de criar sua palestra na Eventials e trazer mais de 133 leads. Veja também que existem diversos outros fatores que podem influenciar na audiência de seu webinar, desde o aproveitamento certo dos recursos da Eventials até a realização de ações de marketing / divulgação assertivas. Então não deixe de conferir nosso próximo post que irá dar as melhores dicas para divulgar seus webinars.

Até breve!

Please follow and like us:

Você tem autorização pra usar essas imagens?

Uma boa palestra tem bons slides e um bom slide pede, muitas vezes, boas imagens. E uma boa imagem nem sempre é fácil de encontrar… Ou pode até ser fácil de encontrar em um buscador de imagens, mas uma imagem disponível num resultado de busca não é, necessariamente, uma imagem que você pode usar.

O direito autoral na internet é um assunto importante e você, que agora é um palestrante e produtor de conteúdo, precisa prestar atenção nisso. Aplique nos seus slides apenas imagens que você está autorizado a usar e editar! O dono delas pode reivindicar seus direitos…

Esse post traz dicas de sites onde é possível encontrar muitas imagens de boa qualidade e que você pode usar sem ferir os direitos de ninguém.

O Canva é muito bom, conhece? É uma plataforma que permite que os usuários criem seu próprio design de forma simples e intuitiva ou escolham um template pronto sem violar os direitos autorais. Como as imagens do Canva são gratuitas e a plataforma permite que o usuário desenvolva seu próprio template, o Canva está sob as regras do Creative Commons – assim, você pode publicar as imagens tranquilamente pois, não há violação de direitos autorais.

Creative Commons é uma organização internacional que define regras para uso de obras criativas. E qualquer pessoa pode atribuir essas regras para o conteúdo que cria e compartilha na rede. Os fotógrafos usam o Creative Commons para definir regras de uso das suas fotos assim como você pode criar palestras e usar o Creative Commons para estabelecer a forma como sua palestra pode ser usada por outras pessoas.

Para saber qual é o tipo de permissão de algum material basta prestar atenção aos símbolos utilizados por quem adota o Creative Commons (CC):

Atribuição

Atribuição

Sempre que esse símbolo aparecer, significa que você deve dar crédito ao autor da imagem. Mas atenção! Esse símbolo pode estar acompanhado de outros símbolos, que impõem outras regras. Se ele aparecer sozinho, você pode baixar a imagem, usá-la na palestra exatamente como baixou ou fazer adaptações. E ainda poderá comercializar suas palestras se quiser.

Não comercial

Não Comercial

Sempre que esse símbolo aparecer significa que, não importa a forma como você usa a imagem (apenas exibindo ou editando), o material que você cria com ela não poderá ser utilizado para fins comerciais. Ou seja, se quiser comercializar suas palestras, evite imagens sob essa licença.

Não a obras derivadas

Não a obras derivativas

O nome é complicado mas a ideia é simples: você deve  utilizar sempre a imagem original, sem fazer nenhuma alteração. Isto é, não poderá utilizar a imagem parcialmente ou fazer colagens com ela!

Compartilhamento pela mesma licença

Compartilhamento pela mesma licença

Esse símbolo indica que você deve distribuir a sua palestra sob a mesma licença da imagem que utilizou nela. Não importa se para fins comerciais ou não, se você editou a imagem ou não. Se você utilizou uma imagem com este símbolo, sua palestra deverá ser distribuída com algum tipo de licença  Creative Commons que inclua a regra de compartilhamento.

Então vamos ver alguns exemplos de combinações que seriam interessantes para você:

Somente atribuição

Somente atribuição

É a licença mais liberal de todas. Sempre que este símbolo estiver sozinho, você poderá baixar a imagem, usá-la no trabalho na forma original ou mesmo de forma modificada e poderá usá-la em palestras com fins comerciais. A única exigência é que você dê créditos ao autor da imagem – de qualquer forma, isso deve ser feito em todas as imagens sob as licenças Creative Commons.

Atribuição + Uso não comercial

Atribuição + Uso não comercial

Você pode usar e editar a imagem, mas a palestra não poderá ter fins comerciais. E deve dar créditos ao autor da imagem.

Atribuição + Não a obras derivadas

Atribuição + Não a obras derivadas

É uma licença um pouco mais restritiva, mas a notícia boa é que você pode usar a imagem mesmo que sua palestra tenha fins comerciais. Só não pode efetuar nenhum tipo de edição na imagem (ela deve ficar igual à original) e deve dar crédito ao autor da imagem.

Atribuição + Compartilhamento pela mesma licença

Atribuição + Compartilhamento pela mesma licença

Você pode usar e adaptar a imagem e sua palestra pode até ser comercializada. Basta que você dê créditos ao autor da imagem e que sua palestra seja livre para ser assistida, copiada, adaptada e redistribuida (até mesmo redistribuída para fins comerciais!). Isto é, o material que você gerar deverá herdar a regra de compartilhamento que tinha na imagem que você usou.

E como fazer a atribuição de autoria? No site do Creative Commons tem um formulário gerador de dados de licenciamento e atribuição. Serve para indicar o autor da imagem que você usou (e também para indicar  quais permissões de uso você escolheu para a sua palestra!).

Se você gostou da ideia, além do Canva, outros sites são boas fontes de conteúdo usando licenças CC:

O Google Images tem um excelente filtro de licenças no resultado de busca. Eu acho que com ele todos os problemas são resolvidos!

Mas tem também a fonte de pesquisa do próprio Creative Commons. Essa busca faz a pesquisa de conteúdo em diversos sites, é só escolher. E o Photo Pin é legal porque a caixa de opções de download já dá um código HTML para fazer a atribuição do autor. Mas cuidado com ele, as primeiras fileiras de resultados mostram fotos não gratuitas.

Para alguns, fazer os slides de uma apresentação pode ser a parte mais complicada e demorada de tudo. Espero que essas dicas tornem a tarefa um pouco mais amigável para você.

Please follow and like us: