Roteiro – a alma do sucesso das transmissões ao vivo

Roteiro - A Alma das apresentações ao vivo

Todo projeto de sucesso tem por trás um bom planejamento.

Com seu webinar não poderia ser diferente! Quando planejamos bem o que vamos falar, dificilmente os famosos “deu branco” acontecem.

 

Para te ajudar nesse planejamento e evitar o famoso “deu branco”, vamos explicar qual o tipo de roteiro ideal para o seu webinar.

1- Tipos de Roteiros

Em meio a tantos exemplos de roteiros na internet, Colunado, Ficcional, Teórico, entre outros, o ideal para sua transmissão é o simples. Sim, aquele que é corrido com tópicos, ideal para quem fará um webinar sozinho.

Quantas vezes você quis seguir exatamente o que tinha escrito e acabou ficando nervoso e teve que “se virar nos 30”? Essa é uma falha comum, por isso que roteiro para webinar precisa ser simples e efetivo. Fazer um roteiro muito complexo, só vai te atrapalhar e essa não é a função de um planejamento.

Quer entender como criar mapas mentais para te auxiliar em webinars? Clique aqui

2- Use as palavras mágicas para planejar seu webinar

Toda vez que for construir algum roteiro, texto, discurso, sempre responda às seguintes perguntas: O quê, Para quem, Como, Com qual finalidade?. Essas perguntinhas com certeza vão te auxiliar na construção do conteúdo.

Além destas perguntas mágicas, reflexões precisam ser feitas, como:

  • Qual público buscará esse conteúdo?
  • Meu conteúdo propõe soluções cabíveis para os problemas apresentados?
  • Qual o nível técnico de quem está buscando esse tipo de webinar?

Quando você parar e pensar na resposta dessas perguntas, você terá maior clareza do direcionamento do seu webinar: mais técnico ou não, focado em problema e sua solução, reflexões sobre alguns assuntos, entre outras opções.

 

3- A grande dúvida: Como começo meu webinar?

Tem uma frase do Will Rogers que me marcou muito e impacta tudo que vou fazer até hoje: “Você nunca recebe uma segunda chance de causar uma boa primeira impressão”. Muito verdade não?

Por esse motivo é que começar um webinar é como abrir um show, precisa impactar positivamente. Use analogias, histórias, vídeos, dados estatísticos, não importa! O importante é que esse assunto abordado, seja respondido no decorrer do seu webinar.

Iniciar com uma pesquisa recentemente realizada, por exemplo, pode ser algo bem vantajoso. Hoje, com as inúmeras “fake news”, as pessoas passaram a valorizar ainda mais webinars com informação de qualidade, de exclusividade. Por isso aposte em dados e informações que plantem novas sementinhas de conhecimento em sua audiência.

4- Desenvolvendo o conteúdo do seu webinar

Depois de responder as perguntas mágicas e pensar naquelas reflexões, agora é o momento de definir os desafios e oportunidades do seu público. Exemplo: você é um palestrante focado em vendas e observou que as pessoas buscam seu conteúdo para melhorar o poder de persuasão na hora da venda. Além disso, percebeu nas perguntas do seu último webinar, que muitos queriam entender como fazer uma boa proposta comercial.

Pronto, você chegou de fato em assuntos de interesse da sua audiência. Não se esqueça: você precisa dominar os assuntos que vai abordar. Afinal, como já diria Albert Einstein: “Se você não consegue explicar as coisas de forma simples, você não as compreendeu suficientemente bem”.

Agora, desenvolva um bom contexto para abordá-los com exemplos teóricos e práticos.

Dica: compartilhe sua tela durante seu webinar, mostrando no excel como você criou sua proposta comercial e quais são os pontos que sua audiência deve se atentar.

Quer dicas de como criar um bom storytelling para seu webinar? Clique aqui 

 

5- Encerrando seu webinar com chave de ouro

Já que você estruturou seu roteiro, fez uma boa reflexão sobre seu público, mostrou dados estatísticos, deu continuidade falando de oportunidades e desafios, agora o momento é de retomar assuntos importantes.

Nesse momento, você precisar pensar: quais mensagens-chave quero que o público que está assistindo meu webinar fique na mente?

Pegue as informações mais importantes e determine palavras que você espera ver na boca da sua audiência. Essa é uma técnica que bons palestrantes usam com a Imprensa.

Jornalistas normalmente pegam o que veem de relevante no discurso, para fazer uma boa matéria. Às vezes, os palestrantes não ficam lá muito felizes com a notícia, mas por qual motivo?

Este não se preocupou em frisar palavras, contextos, frases, ideias, simplesmente foi contando uma história.

Depois de ler este artigo garanto que “os brancos” não vão aparecer facilmente, e o receio de como começar ou terminar seu webinar, desaparecerão.

 

Quer mais dicas de como realizar seu webinar com maestria? Confira aqui.

 

 

Please follow and like us:
 

Leia também