Como o live streaming pode ajudar na geração de renda de eventos esportivos?

Como o live streaming pode ajudar na geração de eventos esportivos

O maior clássico do futebol paranaense teve, pela primeira vez, uma partida da série A do campeonato estadual transmitida pela internet ao vivo e gratuitamente no dia 1º de março. Segundo dados do site Virando o Jogo, mais de 150 mil pessoas assistiram (simultaneamente) o Atlétiba, nome dado ao clássico entre o Atlético Paranaense e o Coritiba.

Sem um acordo para venda dos direitos de imagem do jogo para a RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, os clubes rebelaram-se e resolveram oferecer a transmissão por meio de suas redes sociais. A atitude teve muita repercussão. Milhares de fãs comemoraram a decisão e viram na ação uma postura que deveria ser adotada por todos os clubes.

Seria, então, o live streaming o futuro dos eventos esportivos que não despertam o interesse econômico das emissoras de TV?

Precisamos ser realistas. Televisão é um negócio e, como todo negócio, cada investimento precisa ser justificado com um retorno. Não há grade de horário disponível para times amadores ou de menor repercussão. Quando há audiência garantida, ainda assim, a emissora vai equilibrar o valor de publicidade arrecadado com com o custo de aquisição dos direitos de imagem, geração, captação e transmissão do evento.

Atraia leads qualificados! Teste a Eventials gratuitamente!

O live streaming surge como uma alternativa que os clubes e federações podem explorar para levar o espetáculo até seus seguidores. A internet quebrou a hegemonia da televisão quanto a ser o único meio capaz de transmitir conteúdo em áudio e vídeo em escala.

Mas, superada a questão da distribuição, chegaremos a discussão econômica. Se engana quem pensa que é possível transmitir um jogo de futebol com uma câmera de celular. Para que os clubes, mesmo amadores, possam explorar economicamente suas transmissões, é inevitável que a captação e geração sejam profissionais. Entre os recursos necessários estão: câmeras, microfones, link de internet, repórteres, narradores e comentaristas.

Transmissão de futebol pela internet

Quem ficar responsável por realizar as transmissões (clubes, federações ou empresas) deverá também atentar-se ao Retorno do Investimento (ROI). A escolha da plataforma também influencia. Os termos de uso do Youtube ou Facebook não permitem que o produtor veicule publicidade no live streaming. Sendo assim, o produtor deve tentar um acordo diferente ou contratar uma plataforma profissional. Há alternativas.

O fato é que o live streaming é, sim, uma importante forma de geração de renda para clubes de todos os portes, seja por meio de publicidade/ou exposição de suas marcas e jogadores.

Lembre-se que o gol mais bonito do Pelé é aquele que nós não vimos, portanto vamos transmitir nossos jogos.

Esse artigo foi originalmente publicado na Revista Locaweb, edição 71.

Como aplicar webinars na estratégia de Inbound Marketing?

Please follow and like us:
 

Leia também